A culinária da Costa Rica é conhecida por ser saborosa mas bastante suave, incluindo muitos frutos e vegetais. Um dos pratos mais tradicionais é o gallo pinto, o qual consiste de arroz, feijão (em geral preto, mas por vezes também vermelho), coentros e cebola misturados e por vezes ligeiramente fritos. Um molho local chamado Salsa Lizano (também conhecido como salsa inglesa) é usado com frequência a fim de dar um toque de especiarias ao prato.
Por vezes acrescentam-se natas azedas à mistura para variar.

Uma bebida muito típica é a chamada água dulce (água doce) consumida sobretudo pela manhã e feita a partir de açúcar amarelo. O açúcar é derretido e esculpido em secções cónicas com a ponta retirada, após o que parte deste "dulce" é raspada e diluída em água fervente para fazer a água dulce.

Café, banana e cebola são as três principais exportações agrícolas do país e também fazem parte da culinária local.

O café é geralmente servido ao pequeno-almoço e durante as tradicionais pausas para café da tarde, normalmente em torno das 3 horas da tarde. A banana-de-são-tomé é outra fruta muito usada que pode ser servida de várias maneiras, como frita em manteiga, ainda verde, ou em molhos baseados em mel ou açúcar.

Pratos de milho doce são refeições tradicionai s comuns, como o pozole (sopa de milho), as chorreadas (panquecas de milho), etc.

Outros alimentos costa-riquenhos são tortilhas, queijo fresco e picadillos.

As tortilhas são usadas como acompanhamento de muitas refeições, e os ticos costumam encher as suas tortilhas com o que quer que estejam a comer, criando assim um gallo.

O queijo fresco é queijo não processado que é feito adicionando sal ao leite durante a produção. Os picadillos são combinações de carne e vegetais, em que um ou mais vegetais são cortados em forma de cubo, misturados com bife e temperados com especiarias.

Os vegetais mais comuns são batata, feijão verde, abóbora, ayote, chayote and arracache. Geralmente, os picadillos são comidos como gallos.

Para além das muitas e belíssimas praias em ambas as costas, uma das principais atrações da Costa Rica é o vulcão Arenal. La Fortuna é a cidade-base de expedições ao vulcão, o mais ativo da América Central, com 1.633 m de altitude. As excursões ao vulcão duram de três a quatro horas, de manhã e à tarde, com um preço médio de a US$ 25.

Para quem gosta de aventura, o canopy é a sensação esportiva do país. Consiste num passeio na mata pelas copas das árvores. A aventura acontece a uma altitude entre 20 m e 50 m do solo, em plataformas erguidas em árvores centenárias, ligadas entre si por cabos de aço.

Como o país é pequeno, um bom conselho para os visitantes à Costa Rica é alugar um carro.

Print Friendly and PDF

Leave a Reply

    Translate

    Compartilhe este blog

    twitter orkut facebook digg favorites mais

    Google+ Badge

    Já visitaram...


    localizar via ip

    Follow by Email



    Já viram esta cozinha ...

    Followers

    Agradecimento

    Agradecimento
    Agradeço eventuais matérias e ou fotos dando assim os também eventuais créditos. Se alguém, por qualquer motivo, achar que estou violando direitos autorais, entre em contato que a publicação será devidamente creditada ou ainda retirada.