O Benim é um país do oeste da África que faz fronteira com o Togo ao oeste, a Nigéria ao leste, o Niger e Burkina Fasso ao norte.
Situada na costa sul do país, Cotonou é uma cidade dinâmica, conhecida por seu grande mercado colorido à céu aberto, chamado Dantopka, e seus moto-táxis, os zémidjans ou « zem zem » - reconhecíveis pela blusa amarela numerada que vestem os motoristas. A cidade concentra estabelecimentos culturais imperdíveis, como o Centro Cultural Francês, a Fundação Zinsou que expões obras de arte contemporâneas africanas e o Museu Nacional.
Ao norte de Cotonou, a cidade de Ganvié é um lugar pitoresco, instalado sobre o lago Nokoué, que se visita em pirogas ou em barcos motorizados.
Ao leste de Ganvié encontra-se Porto Novo, a capital administrativa do Benim. Seu museu etnográfico, instalado numa antiga casa colonial, apresenta uma rica coleção de objetos culturais que vão de máscaras vodu aos instrumentos de música. Adiante, o palácio de Honmè, antiga moradia do rei Toffa I, contém outro museu muito interessante que relata a história da cidade real do século XIX ao XX.
A cidade portuária de Ouidah encontra-se à 40km ao oeste de Cotonou. Marcada pela trágica histórica do tráfico negreiro, Ouidah abriga lugares simbólicos como o Forte Português, a Floresta Sagrada, a rota dos escravos, o Portal do Não-Retorno - classificado pela UNESCO... A cidade histórica é igualmente o berço da cultura vodu. 
Ao norte de Ouidah, a cidade real de Abomey merece uma visita por seu museu excepcional situado nos antigos palácios dos Reis Guezo e Glèlè. Este sítio histórico, classificado pela UNESCO, se distingue pela riqueza de seus vestígios.
No que diz respeito às praias, uma dica é o Grand Popo, uma pequena vila balneárea a dois passos da fronteira com o Togo. Sua longa praia de areia, ornada de coqueiras, fica ao lado de belas vilas de pescadores.
Sobre a natureza, Benim merece destaque pelo parque nacional do W e a Reserva de Pendjari, na qual vários safaris são organizados.

FESTIVIDADES
As festas tradicionais no Benim não ocorrem em datas fixas.
Em dezembro : a Gani
De novembro à fevereiro : cerimônias anuais de Fon e Mahi
Em janeiro : Festa do Vodu (diversas manifestações, algumas delas duram duas semanas).

Print Friendly and PDF

Um comentário:

  1. Dona Sinhá
    Muito obrigada por todas estas informações.Eu pouco conhecia do Benim. Fiquei esclarecida.
    Um
    ótimo fim de semana.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderExcluir

    Translate

    Compartilhe este blog

    twitter orkut facebook digg favorites mais

    Google+ Badge

    Já visitaram...


    localizar via ip


    Já viram esta cozinha ...

    Followers

    Agradecimento

    Agradecimento
    Agradeço eventuais matérias e ou fotos dando assim os também eventuais créditos. Se alguém, por qualquer motivo, achar que estou violando direitos autorais, entre em contato que a publicação será devidamente creditada ou ainda retirada.